A rotina vai voltando ao normal em Curitiba e apesar de ainda estar longe do movimento que existia no período pré-pandemia, o trânsito curitibano está ficando mais pesado por causa do retorno das escolas particulares. A expectativa, no entanto, é de que o movimento seja ainda maior na próxima semana com a volta às aulas dos colégios estaduais e municipais a partir do dia 18 de fevereiro.

Praticamente 1 milhão de veículos continuam nas garagens, mas o trânsito na capital já está mais movimentado comparado ao começo do ano. Segundo dados da Secretária Municipal de Trânsito (Setran), no começo do mês de março, ou seja, pouco antes do início da pandemia, os radares de Curitiba apontaram para o fluxo de 3,7 milhões de veículos em um único dia. Na oportunidade, tudo funcionava e as pessoas transitam sem restrições.

LEIA TAMBÉMProjeto aumenta vida útil dos táxis de Curitiba para 10 anos

No dia 31 de março, quando as medidas de prevenção da covid-19 já estavam valendo, os radares sinalizaram uma queda de praticamente metade do trânsito, passando para 1,6 milhão de veículos. A frota somada de condutores curitibanos e da região metropolitana chega a 2,6 milhões de veículos, de acordo com o Detran-PR. 

As medições ocorrem nas terças-feiras e registra a quantidade de veículos que passam nos radares da cidade (ver dados abaixo). A primeira do ano, dia 5 de janeiro, mais de 2 milhões de veículos foram registrados. Já no dia 2 de fevereiro, quase um mês depois, 2,5 milhões de carros passaram em algum ponto com radar em Curitiba. O acréscimo de meio milhão provoca já é suficiente para provocar congestionamentos no começo e fim do dia.

Lorena Kutter, 58 anos, é motorista de aplicativo há quase dois anos. Apesar dos números, ela ainda não percebeu grande diferença no dia a dia, mas em alguns trechos da cidade o movimento é intenso. “Ainda pela covid-19, o trânsito está fluindo bem. Imagino que o retorno das aulas vai ser um caos e vai ficar tenso. Vejo que o movimento piora demais nas sextas-feiras na Linha Verde, mas muito pelas obras”, disse Lorena.

Acidentes diminuíram na pandemia

Com as medidas de isolamento social na pandemia, bem como o toque de recolher em vigor entre 23 e 5 horas da manhã, os acidentes de trânsito atendidos pelo Corpo de Bombeiros no Paraná diminuíram 14% no ano de 2020, em comparação com 2019.

Foram registradas um pouco mais de 40 mil ocorrências de acidentes de trânsito em 2020, mas a maioria poderia ter sido evitada. Para isso, é importante avaliar as condições da via e do clima, fazer frequentemente a manutenção do veículo, não dirigir após ingerir bebida alcoólica, evitar usar o celular enquanto estiver dirigindo e sempre manter a atenção redobrada.

Para quem presenciar um acidente de trânsito, a principal orientação é ligar para o Siate pelo número 193 e solicitar socorro à vítima. Outra forma de ajudar é isolando a área para evitar novas colisões ou complicações. Qualquer outra atitude, como mexer na vítima ou no veículo, não é recomendada e pode agravar o quadro.

CAÇADORES DE NOTÍCIASCerâmica no meio de Curitiba tem história de amor que gerou negócio em família

Registros nos radares

No lado esquerdo, a medição nos radares e do lado direito, a quantidade de veículos registrados. Os dados são da Setran.

3/3/2020 →  3.770.665 (pré-pandemia)

24/3 →  1.535.269

31/3 →  1.653.032

7/4 → 1.972.203

14/4 → 2.118.061

21/4 → 1.339.007 (feriado)

22/4 → 2.360.692

28/4 → 2.317.679

5/5 → 2.401.991

12/5 →  2.452.776

19/5 →  2.468.475

26/5 →  2.536.101

2/6 →  2.532.205

9/6 →  2.649.089

16/6 →  2.531.806

23/6 → 2.549.975

30/6 → 2.229.242

7/7 → 2.403.958

14/7 →  2.453.930

21/7 →  2.662.427

28/7 →  2.698.372

4/8 →  2.861.315

11/8 →  2.817.883

18/8 →  2.657.194

5/1/ 2021→  2.221.467

12/1/2021 →  2.388.045

19/1/2021 →  2.386.292

26/1/2021 →  2.432.948

2/2/21 → 2.500.594

FONTE:

Link Fonte
Autor:
Dominio fonte: www.tribunapr.com.br
2021-02-09 11:32:54
Data – 2021-02-09 11:32:54

Compartilhar