Maithê Lima é atriz há 18 anos e foi o teatro que motivou sua escrita. Começou a produzir roteiros em 2008 para teatro e audiovisual, mas foram os contos que a fizeram sentir conforto para expressar sua maneira de ver a vida. Só foi preciso uni-los para uma história surgir.

A produtora cultural, roteirista e artista Maithê Chagas Lima Silva, ou Maithê Lima como é conhecida no mundo artístico, se descreve como um Caixeiro-viajante e contadora de histórias ou uma atriz que escreve demais.

Autora da obra “62 Contos Até Você”, Maithê resolveu inovar em meio à pandemia do COVID-19. Sensibilizada com a necessidade de isolamento social, e o consequente isolamento mental de muitos, a autora criou um Grupo no Whatsapp chamado “Um Conto por Dia”.

Neste grupo, com toda a propriedade de atriz e autora, narra em áudio mensagem um conto ao dia (como bem sugere o nome), que vem acompanhado por ilustrações assinadas pela igualmente talentosa Carina Flores.

A ‘Sherazade Curitibana”,de voz firme e doce, nos faz viajar e esquecer das agruras do cotidiano.

“O grupo no Whatsapp é para todos! Se quiser convidar amigos e familiares é só enviar o link abaixo. Clique agora e participe!”, enfatiza Maithê.

Link para o grupo:https://chat.whatsapp.com/D3EmFnCdV9H1dISS7NeiPV

 

 

Sobre a Obra

“62 contos até você” é sobre uma viagem. É, na verdade, uma jornada de volta para casa. Uma aventura com monstros, terras longínquas, príncipe e princesa também. Você vai rir, vai chorar, vai se conhecer e se reconhecer nas palavras soltas de Vento. Então, se prepare e seja bem-vindo à aventura. Você descobrirá mistérios e belezas que farão o seu coração palpitar. Vamos?!

O prefácio instiga: “Estes são contos para esperar. Meus hábitos de ler e escrever sempre se fizeram de pequenas esperas. Sempre vi os livros como bons companheiros para esperar, pois preenchem a solidão do silêncio, seja qual for a espera.Este livro foi uma maneira de registrar uma dessas esperas tantas. E a proposta é que as suas esperas também se tornem mais doces com esta companhia.”

 

 

O livro físico está disponível para venda através do site da Editora Madrepérola https://www.editoramadreperola.com/produto/62contosatevoce/

Também é possível adquirir a obra em Pdf através do Whatsapp ou Instagram @maith_entret

 

 

Sobre a referência à Sherazade/Xerazade

Xerazade (do persa شهرزاد), grafado também como Sherazade, Sheherazade ou Scheherazade, é uma lendária rainha persa e narradora dos contos de As Mil e Uma Noites.

“O Livro das Mil e Uma Noites”; é uma coleção de histórias e contos populares originárias do Médio Oriente e do sul da Ásia e compiladas em língua árabe a partir do século IX. No mundo moderno ocidental, a obra passou a ser amplamente conhecida a partir de uma tradução para o francês realizada em 1704 pelo orientalista Antoine Galland, transformando-se num clássico da literatura mundial.

As histórias que compõem as Mil e uma noites têm várias origens, incluindo o folclore indiano, persa e árabe. Não existe uma versão definida da obra, uma vez que os antigos manuscritos árabes diferem no número e no conjunto de contos. O que é invariável nas distintas versões é que os contos estão organizados como uma série de histórias em cadeia narrados por Xerazade, esposa do rei Xariar. Este rei, louco por haver sido traído por sua primeira esposa, desposa uma noiva diferente todas as noites, mandando matá-las na manhã seguinte. Xerazade consegue escapar a esse destino contando histórias maravilhosas sobre diversos temas que captam a curiosidade do rei.

 

Compartilhar