Record/Domingo Espetacular | Reprodução
Rita Cadillac está vivendo momentos difíceis desde que se iniciou a pandemia do novo coronavírus. A ex-dançarina está sem trabalho, e as reservas financeiras chegaram ao fim. A artista virou notícia nas últimas semanas por ter o nome incluído na lista de solicitantes do auxílio emergencial, e foi duramente criticada diante da falácia de que todos os artistas são ricos, conforme ela destaca.

“Está muito difícil de sobreviver, às vezes tenho é vontade de desistir de tudo”, desabafou a ex-chacrete. Apesar do momento conturbado, encontra na fé a motivação para seguir adiante, apesar de toda a negatividade que ronda neste momento de pandemia.

Essas e outras declarações foram dadas em entrevista para a revista Quem. Rita Cadillac prossegue lamentando que, mesmo sendo descoberta uma cura para o coronavírus, tem ciência de que a classe artística será uma das últimas a retornar para os trabalhos, uma vez que vários outros setores da economia terão prioridade.

Desconforto após pedir o auxílio emergencial

Sobre a ajuda solicitada ao governo federal, Rita Cadillac se sente profundamente magoada por conta das acusações que sofreu. “Me senti muito mal. Eu sou uma cidadã. E quem pediu foi a cidadã Rita de Cássia. Se não está entrando dinheiro e as contas estão chegando, vou fazer o que?”, indaga a artista.

A falta de dinheiro está deixando a artista em desespero, uma vez que ela não consegue encontrar nenhuma oportunidade de trabalho, tampouco patrocínio para realizar alguma performance por meio de lives pela internet.


Publicidade



Source link

Compartilhar