O seguro obrigatório DPVAT, usado para pagar indenizações a vítimas de acidentes de trânsito no país, não será cobrado dos motoristas no ano de 2021. A decisão foi tomada nesta terça-feira (29) em reunião extraordinária do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), ligado ao Ministério da Economia. De acordo com a Superintendência de Seguros Privados, o DPVAT terá prêmio zero no ano, mas continua existindo. Segundo a Susep a decisão foi motivada por já haver em caixa recursos suficientes para cobrir a operação em 2021.

LEIA MAIS – IPVA 2021 no Paraná poderá ser parcelado em até 5 vezes; confira calendário de pagamento

Também nesta terça, o Conselho autorizou a contratação de um novo operador para o sistema, em caráter emergencial e temporário. A movimentação ocorre após o Tribunal de Contas da União determinar que sejam tomadas medidas para assegurar a operação do DPVAT em 2021 com a saída da Operadora Líder da administração. Em nota, a Susep afirma que “está envidando os melhores esforços para viabilizar a contratação de pessoa jurídica, já na primeira semana de janeiro de 2021, com capacidade técnica e operacional para assumir o DPVAT, garantindo as indenizações previstas em lei para a população brasileira”.

LEIA TAMBÉM – Escalada da covid-19 na RMC poderia ter sido evitada pelos prefeitos, diz estudo da UFPR

Ainda não há previsão sobre o pagamento em 2022. Em 2020, o seguro DPVAT teve redução de até 68%. O seguro também foi alvo de tentativa de extinção por parte do governo federal, mas a Medida Provisória que tratava do tema caducou em abril.

FONTE:

Link Fonte
Autor:
Dominio fonte: www.tribunapr.com.br
2020-12-30 09:49:59
Data – 2020-12-30 09:49:59

[BL]MP3, iPod, celulares, notebooks, cameras [/BL]

Compare Preços de: MP3, iPod, celulares, notebooks, cameras no Buscapé.

Compartilhar