Uma seguidora questionou o prefeito Rafael Greca sobre uma decisão de proibir a utilização de celular por parte de pacientes internados com covid-19 nas unidades de saúde de Curitiba. Mas e aí, pacientes internados ficam sem contato com as famílias através de seus smartphones? A resposta é sim! Curitiba tem atualmente 7.980 casos seguem ativos na cidade.

+Leia mais! Trabalhador pode solicitar saque de R$ 1.045 do FGTS até quinta

“Olá Rafael Greca de Macedo. Estou te escrevendo para perguntar como o prefeito tão humano e inteligente, que nos orgulha, aprova uma proibição tão absurda como o paciente internado por covid-19 não poder ficar com o celular. Apenas nos hospitais administrados pela prefeitura. O senhor, que fala tanto em atendimento humanizado, priva a nós e aos pacientes de ter o mínimo contato com sua família”, indagou a seguidora no perfil do Facebook do prefeito.

Greca então respondeu que iria verificar a situação. “Imagino que numa enfermaria não é usual cada doente com seu celular. Que eu saiba há horários em que enfermeiras falam com as famílias”, respondeu o prefeito. “Não interfiro em administração hospitalar. Só faço provisão de recursos”, rebateu Greca ao ser cobrado pela seguidora.

+Viu essa? Que tal R$ 300 milhões na conta? Mega da Virada agita curitibanos em lotéricas

Após nova cobrança da internauta, Rafael Greca elencou uma série de regras a respeito do internamento de pacientes nas unidades de saúde de Curitiba. “Em nenhum hospital o paciente permanece com seus pertences. Por dois motivos: Se sumir ou perder a equipe não pode ficar com a responsabilidade de cuidar, o objetivo principal da equipe é o cuidado do paciente não dos seus pertences. Segundo, o hospital é ambiente onde circulam muitas bactérias e vírus, e o paciente ao manipular o celular, acaba mantendo esses micro-organismos e pode inclusive transmitir à equipe”, explicou o prefeito. Além, disso, Greca ressaltou que o assunto envolve um ambiente onde todos tem o vírus em maior ou menor grau de contaminação. “Bom senso é o que esperamos da população. Bom senso é respeitar as normas sanitárias. Bom senso é não ameaçar quem está tentando salvar vidas e se expondo ao vírus”, explicou Rafael Greca.

Onde ficam os pertences dos internados

Segundo a prefeitura de Cuiritba, todos os pertences que estiverem com o paciente, na hora do internamento são revisados, documentados e entregues à família. “O uso do celular particular durante o período de permanência no hospital compromete a privacidade dos pacientes que eventualmente estejam no mesmo quarto e o aparelho também pode ser um objeto de contaminação”, disse a prefeitura em nota enviada para a Tribuna.

Segundo a administração municipal o paciente, mesmo sem o aparelho celular, não fica sem contato com a família. Diariamente o médico liga para o familiar indicado como contato para passar as informações do estado de saúde do paciente. Além disso, o hospital tem um celular que é usado por profissionais de saúde para fazer o contato entre o paciente e sua família.

FONTE:

Link Fonte
Autor:
Dominio fonte: www.tribunapr.com.br
2020-12-29 09:55:25
Data – 2020-12-29 09:55:25

[BL]MP3, iPod, celulares, notebooks, cameras [/BL]

Compare Preços de: MP3, iPod, celulares, notebooks, cameras no Buscapé.

Compartilhar