Sob o comando do chef Antônio Albaneze, o restaurante valoriza a combinação e a origem dos mais diversos ingredientes brasileiros com técnicas de alta gastronomia no preparo dos pratos

              “Coisa boa de comer” – esse é o significado da palavra mangaba, que deriva do tupi-guarani. Levado a sério pelo chef executivo Antonio Albaneze, o lema do novo restaurante de São Paulo, recém aberto em Moema, se aplica a qualquer pedida de seu menu, cuja proposta é valorizar os mais diferenciados ingredientes de todos os cantos do Brasil. Um lugar para descobrir novos sabores e texturas, explorar os sentidos e expandir o paladar, com pratos que são preparados com técnicas de alta gastronomia, mas apresentados de forma despretensiosa em um ambiente acolhedor e charmoso.

Localizado em frente à entrada arborizada de uma pequena vila fechada, a experiência torna-se ainda mais agradável, sendo ela realizada dentro do salão principal, da sala nos fundos ou ainda da varanda externa. Nela, é possível ficar ainda mais perto do jardim e ainda levar o pet – esses, inclusive, muito bem vindos à casa.

Sabores do Brasil

A origem do chef, na região central do país, sua experiência e sua inventividade na combinação de insumos brasileiros, possibilita que o Mangaba realize esse encontro de sabores e de ingredientes em cada prato. São todas receitas autorais e cheias de afeto, com algumas saídas diretamente do caderninho escrito à mão pela avó de Antônio.

O couvert traz um composto por Conserva do peixe amazônico Charutinho, a picante flor de jambu, o autêntico patê de fígado de ave, azeitonas marinadas e maxixe em conserva (R$38). As carnes, fornecidas por duas empresas pantaneiras reconhecidas nacionalmente, levam ao Mangaba a inusitada carne de jacaré, presente em várias criações, como os Pastéizinhos de Jacaré com Cream Cheese (R$42 – 6 unidades) ou o Ceviche de Jacaré (R$32), e a carne orgânica pantaneira, de textura tenra mas sabor inigualável, presentes em pratos como o Ancho ao Chutney de Figo (R$68) e o Chorizo com Pirão de Leite de Cabra (R$66). A Isca de Arraia com Molho de Morango (R$34) ou o Bolinho de Arroz Carreteiro com Purê de Banana da Terra (R$8 – 1 unidade) também são opções para começar a experiência. Até as saladas ganham toque especial com o mix de Folhas verdes com Vinagrete de Tangerina e Castanhas Caramelizadas (R$38) ou os Grãos com Abóbora Glaceada em Melado de Cana (R$28).

Entre os pratos principais, já tem sido o mais pedido o Peixe da época grelhado, em cama de banana da terra e redução de tangerina, finalizado com pimentas de cheiro picadas em fatias fininhas e crocantes e um arroz com brócolis (R$72); seguido também pelo Peixe ao Avium, peixe da época acompanhado pelo avium, menor camarão do mundo que, a despeito do diminuto tamanho, se destaca pela grandiosidade do sabor (R$76); a Moqueca de Jacaré, uma versão exótica e contemporânea da clássica moqueca, onde a carne de jacaré recebe o complemento tropical do caju e a crocância do amendoim (R$76); ou ainda o Rossini Pantaneiro com Piamontese, versão regional e abrasileirada do foie gras, sendo ele feito de filé mignon cozido lentamente em baixa temperatura, extraindo ao máximo toda a potência de sabores da iguaria (R$66).

Para os vegetarianos e veganos, a sugestão é a Moqueca de Banana da Terra. Consistente, o prato apresenta a maciez da banana cozida, a leve acidez do palmito, a suculência da carne do caju e o toque especial do amendoim torrado, acompanhados por arroz e farofa (R$58). Finalizam a experiência sobremesas como o Furrumdum, típica do Pantanal, um mamão verde ralado e cozido em rapadura com queijo coalho grelhado (R$16) ou o Sorvete de Leite de Cabra, feito em parceria com a vizinha Stuppendo, com leite de cabra, goiabada cremosa, trufas negras e pralinè de castanhas (R$28).

Durante a semana, também é possível pedir pelo Menu Executivo no horário do almoço, que oferece entrada, prato principal e sobremesa, por R$65, com opções diferentes a cada dia, informadas pela equipe do salão e pelo próprio chef, que está sempre atento à cada mesa, sugerindo e partilhando, mais do que sua técnica, suas histórias.

 

Carta de drinks à brasileira

Como não podia deixar de ser, o destaque da carta fica por conta da ampla seleção de cachaças assinada pela Moça Bonita Cachaçaria, todas artesanais e brasileiras, provenientes de pequenos produtores. Drinks clássicos como a caipirinha com combinações de frutas diversas, carta de vinhos e cervejas especiais não ficam de fora.

 

Experiências exclusivas

O projeto da casa leva a assinatura de Marcela Fazio, que além de sócia, é arquiteta. Suas escolhas trazem uma mistura divertida e elegante de cores para contextualizar a essência discreta do local, ofertando ao sabor do prato o principal chamariz.

Logo na entrada, um salão amplo e térreo, com o balcão do bar à esquerda, que termina em um salão intimista com teto retrátil em estilo jardim de inverno. Ali é possível reservar o espaço para pequenos grupos de até doze pessoas vivenciarem a “Mesa do Chef”. “Fizemos questão de oferecer essa experiência gastronômica única, onde eu elaboro o menu especialmente para aquele grupo e em conjunto, ouvindo as vontades e desejos de cada um, arquiteto tudo”, conta o chef. “Além disso, eu também finalizo os pratos no mesmo ambiente em que eles estão, para que acompanhem o processo e assim possamos compartilhar histórias, curiosidades de cada receita ou ingrediente e, principalmente nossas vivências”, finaliza Antonio.

Também é nesse espaço que fica o Matula do Mangaba – outra palavra bem brasileira, que traduz as tradicionais bolsinhas de pano improvisadas onde se leva comida -, um pequeno empório para venda de alguns dos produtos que são utilizados no cardápio, desde as carnes exóticas até as geleias especiais e as cachaças brasileiras, algumas encontradas exclusivamente no Mangaba.

 

Serviço – Mangaba
Endereço:
 Rua Canário, 1301 – Moema – São Paulo – SP
Telefone: (11) 97597-6171
Capacidade: 40 pessoas
Delivery:
 IFood e UberEats
Horários de Funcionamento (sujeitos à alterações durante a pandemia – verificar no perfil do instagram):
– Segunda a domingo: das 12h às 20h
Formas de pagamento: Visa, Master, Amex, Alelo, Sodexo
Instagram: @mangabarestaurante
Site: www.mangabarestaurante.com.br



Source link

FONTE:

Link Fonte
Autor: Willy Schumann
Dominio fonte: imprensagourmet.com.br
2021-02-11 10:14:44
Data – 2021-02-11 10:14:44