Polissonografia: indicações e como é feita.

A polissonografia é um exame que serve para analisar a qualidade do sono e diagnosticar doenças relacionadas ao sono, podendo ser indicado para pessoas de qualquer idade. Durante o exame de polissonografia o paciente dorme com eletrodos fixados no corpo que permitem o registro simultâneo de vários parâmetros como atividade cerebral, movimento dos olhos, atividades dos músculos e o padrão de respiração.

Assim, esse exame pode ser indicado pelo médico quando a pessoa apresenta muito sono durante o dia, quando há relato de apneia ou roncos excessivos e síndrome das pernas inquietas, por exemplo. Esse exame é indolor e é normalmente feito no hospital ou em clínicas especializadas.

Polissonografia: o que é, para que serve e como é feita

Para que serve

A polissonografia é um exame que costuma ser indicado para investigar alterações do sono. Assim, as principais indicações desse exame são:

  • Apneia obstrutiva do sono;
  • Roncos excessivos;
  • Insônia;
  • Sonolência excessiva;
  • Sonambulismo;
  • Narcolepsia;
  • Síndrome das pernas inquietas;
  • Arritmias que ocorrem durante o sono;
  • Terror noturno;
  • Bruxismo, que é o hábito de ranger os dentes.

Na maioria dos casos, a polissonografia é realizada no hospital ou em uma clínica especializada nesse tipo de exame, já que a pessoa deve ser monitorada durante todo o exame. No entanto, em alguns casos, pode ser também realizada a polissonografia domiciliar, com um aparelho portátil, que apesar de não ser tão completa quanto a que é realizada no hospital ou na clínica, pode ser útil em algumas situações, desde que indicada pelo médico.

Preparo para a polissonografia

Para realizar a polissonografia, é recomendado evitar o consumo de café, bebidas energéticas ou bebidas alcoólicas 24 horas antes do exame, evitar usar cremes e gel que dificultem a fixação dos eletrodos e não pintar as unhas com esmalte de cor escura.

Além disso, é orientado manter o uso de remédios habituais antes e durante o exame. Uma dica para facilitar o sono durante o exame é levar pijamas e roupas confortáveis, além da almofada própria ou objetos pessoais.

No entanto, caso nos dias anteriores ao exame ou no próprio dia a pessoa apresente sintomas de gripe, resfriado ou outras situações que possam interferir na realização e resultado do exame, é indicado que a polissonografia seja reagendada.

Como é feita

Para realizar a polissonografia, são fixados eletrodos no couro cabeludo e no corpo do paciente, além de um sensor no dedo, para que, durante o sono, sejam analisados os parâmetros que permitem detectar as alterações suspeitadas pelo médico. Assim, durante a polissonografia são feitas diversas avaliações que incluem:

  • Eletroencefalograma (EEG): serve para registrar a atividade cerebral durante o sono;
  • Eletro-oculograma (EOG): permite identificar quais as fases de sono e quando começam;
  • Eletromiograma: registra o movimento dos músculos durante a noite;
  • Fluxo aéreo da boca e nariz: analisa a respiração;
  • Esforço respiratório: do tórax e abdômen;
  • Eletrocardiograma: verifica o ritmo de funcionamento do coração;
  • Oximetria: analisa a taxa de oxigênio no sangue;
  • Sensor de ronco: registra a intensidade do ronco.
  • Sensor de movimento dos membros inferiores.

A polissonografia é um exame não invasivo e indolor, e, por isso, não costuma provocar efeitos colaterais. No entanto, em algumas pessoas é possível que exista irritação da pele no local em que foram aplicados os eletrodos devido à cola utilizada.

FONTE:

Link Fonte
Autor:
Dominio fonte: www.tuasaude.com
Data – 2021-10-14 01:38:32

[BL]games, PS2, PS3, Nintendo, Wii, iPod[/BL]

Compare Preços de: games, PS2, PS3, Nintendo, Wii, iPod no Buscapé.

Compartilhar