Maddie Stone, do Gizmodo, decidiu responder à pergunta: é possível carregar um celular com o cérebro humano? E a curiosidade em cálculo! O pesquisador viu qual seria a quantidade de energia necessária para deixar a bateria do aparelho cheia e descobriu que, em teoria, cérebro poderia carregar um iPhone 5C em 70 horas.

A premissa do estudo é que todas as ordens do cérebro para o corpo humano são realizadas por sinais elétricos. Essa eletricidade é produzida, por meio das membranas, que carregam átomos positivamente ou negativamente.

Os elétrons passam de um átomo para outro e isso é eletricidade. Na verdade, quando é estudado, desde a escola, que o sistema nervoso envia “sinais” para o cérebro, estão falando sobre o fluxo de eletricidade. Segundo Stone, o cérebro tem 100 bilhões de fios condutores de eletricidade.

Aliado ao cálculo, o biofísico Bertil Hille, da Universidade de Washington, nos EUA, afirma que o cérebro tem cerca de 80 bilhões de neurônios e 1% está pronto para ser carregado a qualquer momento.

Assim, o cálculo é o seguinte: se 800 milhões de neurônios estão ativos ao mesmo tempo, a produção de eletricidade é equivalente a cerca de 0.085 Watts de potência. Para carregar, um iPhone 5C, seria preciso uma taxa de 5,74 Watts-horas, então o cérebro levaria cerca de 68 horas para deixar a bateria 100% cheia.

Contudo, para carregar um celular, o cérebro não teria eletricidade livre para realizar todas as outras funções do corpo. Então, melhor continuar usando a rede elétrica convencional.



Source link

[BL]MP3, iPod, celulares, notebooks, cameras [/BL]

Compare Preços de: MP3, iPod, celulares, notebooks, cameras no Buscapé.

Compartilhar