Oitenta e três animais foram recolhidos por maus-tratos de um abrigo de uma protetora de animais de Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba. A ação conjunta realizada pelo Departamento de Proteção Animal da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente aconteceu na manhã desta segunda-feira (8), após denúncias recebidas nos dois órgãos.

Foto: Divulgação

Na ação de fiscalização, os peritos veterinários identificaram doenças de pele e oftalmológicas, stress e em alguns casos ausência de comida e água. A diretora do Departamento de Proteção Animal do município, Pamela Regina de Oliveira, conta que no local havia 14 baias em condições inadequadas. “Elas são inadequadas, pois ficam no chão de terra, o que configura insalubridade para os animais. Haviam telas que cercavam essas baias e elas tinha pontas que acabavam ferindo os animais, inclusive um deles estava com uma perfuração no olho”, disse ela

“Tinham pedaços de prego voltados para dentro das baias, as casinhas eram muito precárias e haviam muitas fezes no local”, continuou a diretora.

Foto: Divulgação

Ainda de acordo com Oliveira, as denúncias sobre latidos excessivos, mau cheiro e agressões verbais contra os animais no local eram numerosas.

Prisão

A protetora foi presa por maus-tratos e autuada com multa de R$ 41.500,00. Segundo o Departamento de Proteção Animal, os animais recolhidos ficarão sob responsabilidade do Município, que será fiel depositário.

Foto: Divulgação

Os cães passarão por tratamento médico veterinário e assim que estiverem reabilitados serão encaminhados para adoção.

Interessados em adotar os animais podem entrar em contato com o Departamento de Proteção Animal da Secretaria de Meio Ambiente. Mais informações: (41) 3671-8800, ramal 7779.



Source link

FONTE:

Link Fonte
Autor: Rodrigo Schievenin
Dominio fonte: www.bandab.com.br
2021-02-08 21:24:07
Data – 2021-02-08 21:24:07

Compartilhar