Idoso muito pobre tem cães envenenados e população se une para ajudá-lo: ‘Uma nova vida’

0
14


Alberto Alfaro Garcia
Uma triste história aconteceu no município de Tlaquepaque, no México. O senhor Luís, um idoso que vivia em um terreno baldio e criava cães abandonados, foi vítima de um homem mal-intencionado que envenenou seus animais.

O idoso contou a um jornal mexicano que um homem não identificado foi até o local dia 12 de novembro oferecendo comida para os animais. O ato de caridade, na verdade, era uma cruel tentativa de matar os animais. Dias depois, 17 cães morreram. Sobraram seis, que Luís decidiu encontrar alguém para adotá-los e evitar que eles venham a estar expostos a pessoas malvadas como o envenenador.

Luís se refere aos animais como “seus meninos” e diz que gosta deles, mas que prefere que alguém os adote para assim poder protegê-los de outra situação como essa. A população local ficou revoltada com a maldade que fizeram com seu Luís e se uniu para ajudá-lo.

O caso chegou até a autoridade política da cidade, Alberto Alfaro Garcia, que foi até o local em que Luís mora e o levou ao médico, ao dentista, ao cabeleireiro e depois lhe deu roupas novas. Os moradores se uniram e fizeram uma limpeza no terreno baldio em que o idoso vive.

Luís disse que estava triste não só por perder seus animais de forma tão trágica, mas também por ver os vizinhos limpando o seu quintal, pois não gosta de incomodar as pessoas e sentiu pena de todos que estavam ali dedicando seu tempo e força para ajudá-lo.

Alberto Alfaro Garcia anunciou a Luís que mandará consertar sua casa para que viva em melhores condições, bem como avisou que iniciará uma campanha local para castrar cem animais de rua.



Source link

Deixe uma resposta