Gengiva inflamada ou inchada: o que pode ser (e o que fazer).

A gengiva inflamada ou inchada pode acontecer pelo acúmulo de placa bacteriana entre os dentes e a gengiva, levando ao aparecimento de sintomas como vermelhidão, dor ou desconforto na gengiva, e em alguns casos pode ocorrer sangramento ao escovar os dentes ou mau hálito, por exemplo.

Geralmente, a gengiva inflamada ou inchada acontece quando não existe uma boa higiene dos dentes ou por não usar o fio dental de forma regular ou da forma correta, fazendo com que a comida fique acumulada entre os dentes, levando a uma inflamação na gengiva, que em casos mais graves pode causar a perda dos dentes.

O melhor tratamento para a gengiva inflamada ou inchada é remover completamente todo tártaro acumulado, escovando os dentes de forma correta, com uma escova macia ou elétrica e utilizando o fio dental diariamente. No entanto, é recomendado consultar o dentista para que seja feita uma avaliação, remoção do tártaro dos dentes e se necessário uso de remédios para aliviar a dor e diminuir a inflamação.

Gengiva inflamada ou inchada: o que pode ser e o que fazer

As principais causas de gengiva inflamada ou inchada são:

1. Má higiene oral

A má higiene oral pode causar uma inflamação na gengiva devido a multiplicação das bactérias naturalmente encontradas na boca, o que acontece principalmente quando há acúmulo de alimentos entre os dentes e falta de higienização bucal correta.

Assim, as bactérias conseguem proliferar na boca e ficar aderidas ao dente, dando origem à placa bacteriana e favorecendo a inflamação na gengiva.

O que fazer: deve-se escovar os dentes com uma escova macia ou elétrica pelo menos 2 vezes por dia, e passar o fio dental pelo menos 1 vez ao dia, para remover os alimentos que ficam acumulados no meio dos dentes. Além disso, pode-se utilizar uma solução enxaguante bucal que pode ser preparada adicionando 10 mL de água oxigenada 10 volumes ou clorexidina diluída em ¼ de copo de água, e bochechar 1 vez ao dia, de preferência, antes de dormir. Saiba como escovar os dentes corretamente.

2. Hábito de fumar

O hábito de fumar causa gengiva inflamada devido à nicotina presente no cigarro que leva a uma diminuição do fluxo sanguíneo nas gengivas, além de maior acúmulo de tártaro nos dentes, provocando inflamação ou inchaço na gengiva.

Além disso, a nicotina do cigarro leva a uma diminuição do oxigênio no sangue, dificultando a cicatrização da gengiva inflamada.

O que fazer: deve-se consultar o dentista regularmente para fazer uma limpeza dos dentes para a remoção do tártaro. Além disso, é aconselhado parar de fumar para evitar piora da inflamação na gengiva que pode levar a danos no osso e nos tecidos que dão suporte aos dentes e perda dos dentes. Confira algumas dicas de como parar de fumar.

3. Diabetes não tratada

A diabetes é uma doença que causa alterações nos vasos sanguíneos que podem ficar mais grossos, reduzindo a quantidade de nutrientes que chegam à gengiva, além de dificultar a remoção de resíduos produzidos pelas células da boca, causando enfraquecimento das gengivas e dos dentes e aumentando o risco de infecções.

Além disso, quando a diabetes não está controlada, os níveis altos de açúcar no sangue levam ao crescimento de bactérias que podem causar inflamação ou inchaço nas gengivas.

O que fazer: deve-se manter a higiene bucal adequada, escovando os dentes pelo menos 2 vezes ao dia, usar o fio dental e enxaguantes bucais recomendados pelo dentista. Além disso, deve-se fazer acompanhamento com o endocrinologista para controlar a diabetes e evitar o risco de desenvolver inflamação ou inchaço na gengiva. Confira dicas simples de como controlar a diabetes.

4. Gravidez

Durante a gravidez, devido às alterações hormonais e ao aumento do volume de sangue no corpo que são normais na gestação, é comum algumas mulheres apresentarem sensibilidade na gengiva que podem ficar inchadas, inflamadas e vermelhas, e até apresentar sangramento ao escovar os dentes.

O que fazer: deve-se usar uma escova de dentes macia e continuar escovando os dentes e passando o fio dental regularmente. Além disso, é recomendado consultar o dentista para avaliar a saúde da boca e dos dentes.

5. Uso de aparelhos fixos ou prótese dentárias

O uso de aparelhos ortodônticos fixos ou próteses dentárias podem dificultar a higienização dos dentes, favorecendo o acúmulo de comida entre os dentes e formação de placa bacteriana e tártaro, causando inchaço ou inflamação nas gengivas.

O que fazer: deve-se melhorar os hábitos de higienização bucal, no caso do aparelho ortodôntico fixo, além do fio dental deve-se usar uma escova interdental, que facilita a limpeza entre os dentes ou qualquer outro local da boca que seja de difícil acesso e que represente um local favorável à formação de placas bacterianas. Já no caso das próteses dentárias, se forem do tipo removível, deve-se retirá-las à noite e fazer a higiene da boca e da prótese, conforme orientado pelo dentista. Veja outros cuidados que se deve ter com as próteses dentárias.

6. Má nutrição

A má nutrição e carência de vitaminas como A, B, C, D, E e K, coenzima Q10 e minerais como cálcio, magnésio, ferro, zinco, potássio, cobre manganês e selênio, podem levar à alterações na gengiva, permitir a proliferação de bactérias na boca e dificultar a resposta do sistema imune contra essas bactérias, causando inflamação, infecção e inchaço na gengiva.

O que fazer: deve-se fazer uma dieta balanceada incluindo frutas, verduras e legumes frescos, além de proteínas como peixe ou frango, grãos integrais, pois contêm os nutrientes necessários para a saúde das gengivas. Além disso, é recomendado consultar um nutricionista que deve indicar o tipo de dieta de acordo com a deficiência do nutriente de forma individualizada.

7. Sistema imune enfraquecido

Algumas condições podem deixar o sistema imunológico enfraquecido como leucemia, infecção pelo HIV ou o tratamento com quimioterapia ou radioterapia para o câncer, o que diminui a capacidade de defesa do corpo contra microrganismos, podendo causar infecções e inflamação na gengiva, que em alguns casos pode apresentar sangramento.

O que fazer: deve-se manter uma boa higiene da boca e dos dentes para evitar acúmulo de placa bacteriana que pode causar infecção e inflamação na gengiva. Desta forma, é aconselhado escovar os dentes pelo menos 3 vezes ao dia, usar o fio dental diariamente e consultar o dentista regularmente.

8. Uso de remédios

Alguns remédios como fenitoína, haloperidol, corticóides, propranolol, olanzapina, ou antidepressivos como fluoxetina, paroxetina, amitriptilina ou nortriptilina, por exemplo, podem interferir na produção de saliva, deixando a boca mais seca, o que aumenta o risco de doenças nas gengivas como inflamação ou inchaço, além de desenvolvimento de cáries.

O que fazer: deve-se continuar fazendo o tratamento com os remédios e comunicar ao médico o aparecimento da gengiva inchada ou inflamada. Além disso, é importante consultar regularmente o dentista para avaliar a saúde das gengivas e dos dentes, e se necessário, utilizar saliva artificial, por exemplo.

Remédios caseiros para gengiva inflamada

Alguns remédios caseiros como solução de água oxigenada, chá de alcaçuz ou pasta de cúrcuma, por exemplo, são boas opções para complementar o tratamento contra gengiva inchada ou inflamada, e podem ser usados na forma de enxaguantes bucais ou na forma de pasta, após escovar os dentes, pois possuem ação anti-inflamatória, analgésica, antisséptica e antibacteriana, ajudando a aliviar os sintomas. Saiba como preparar os remédios caseiros para gengiva inflamada ou inchada.

Além disso, para manter a saúde de boca e evitar que as gengivas voltem a ficar inchadas e inflamadas, deve-se escovar os dentes diariamente com uma escova macia e pasta de dente, e usar o fio dental e o enxaguante bucal, para eliminar ao máximo os restos de comida que se acumulam entre os dentes, causando inflamação na gengiva, cáries ou infecções.

Assista o vídeo com mais dicas de como evitar e tratar a gengiva inflamada ou inchada:

Imagem representativa do vídeo

FONTE:

Link Fonte
Autor:
Dominio fonte: www.tuasaude.com
Data – 2021-07-21 05:54:00

[BL]MP3, iPod, celulares, notebooks, cameras [/BL]

Compare Preços de: MP3, iPod, celulares, notebooks, cameras no Buscapé.

Compartilhar