Ex-marido é preso suspeito de encomendar morte de gerente de banco
Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de encomendar a morte da gerente bancária Tatiana Lorenzetti. Ele seria o ex-marido dela.

O ex-marido da gerente bancária Tatiana Lorenzetti, de 40 anos, que foi assassinada ao sair do trabalho no horário de almoço, no dia 28 de dezembro, no bairro Capão Raso, em Curitiba, foi preso suspeito de encomendar a morte da ex-companheira.

De acordo com a Polícia Civil, o homem já era investigado por tentativa de feminicídio contra Tatiana e ela tinha até uma medida protetiva contra ele.

Ainda segundo a polícia, o objetivo do suspeito era ficar com a guarda da filha do casal e controlar o seguro de vida que a criança receberia com a morte da mãe.

Dois homens já haviam sido presos por envolvimento na morte da gerente bancária. Conforme a Polícia Civil, eles confessaram o crime e afirmaram que foram contratados pelo ex-companheiro da Tatiana com a promessa de que receberiam R$ 25 mil pelo assassinato dela.

A intenção deles seria simular um latrocínio, roubo seguido de morte, por isso, teriam levado a bolsa da vítima.

A Polícia Civil afirma ainda que o ex-marido da Tatiana já havia oferecido dinheiro para um outro homem para matar a gerente bancária. A informação chegou à polícia após uma interceptação telefônica feita durante uma operação contra o tráfico de drogas em Curitiba.

O ex-marido de Tatiana e os outros dois suspeitos seguem detidos na Delegacia da Mulher de Curitiba. Um quarto homem, o que teria efetuado o disparo contra a gerente bancária, foi morto logo depois do crime, em um confronto com a polícia.

Repórter William Bittar


Operação Natal termina com menos mortes no Paraná

FONTE:

Link Fonte
Autor: CBN
Dominio fonte: cbncuritiba.com
2020-12-30 09:33:18
Data – 2020-12-30 09:33:18

[BL]DVD, MP3, LCD, Plasma, HDTV, Home Theater [/BL]

Compare Preços de: DVD, MP3, LCD, Plasma, HDTV, Home Theater no Buscapé.

Compartilhar