Dor ao respirar: 8 causas e o que fazer

Dor ao respirar: 8 causas e o que fazer.

A dor ao respirar pode estar presente em situações de muita ansiedade e, por isso, pode não ser um sinal de alarme, no entanto, pode estar associada a uma complicação que pode afetar os pulmões, os músculos, as cartilagens ou, até, o sistema psicológico. As causas mais comuns da dor ao respirar são lesões nos músculos, crises de ansiedade ou doenças pulmonares, como a pneumonia ou a embolia pulmonar.

Quando a dor ao respirar dura mais de 24 horas ou é acompanhada de outros sintomas como dor no peito, falta de ar ou tonturas, é importante procurar um pneumologista ou clínico geral para que possam ser feitos exames para diagnosticar o problema e iniciar o tratamento mais adequado

Algumas causas mais comuns da dor ao respirar são:

1. Crises de ansiedade

Dor ao respirar: 8 causas e o que fazer

As crises de ansiedade são caracterizadas por sintomas como batimentos cardíacos acelerados, respiração mais rápida que o normal, sensação de calor, suores e dor no peito que pode agravar ao respirar. As crises de ansiedade acontecem, normalmente, em pessoas que sofrem de ansiedade no dia-a-dia.

O que fazer: tentar pensar em algo diferente daquilo que possa ter provocado a crise de ansiedade, realizar alguma atividade que se goste e fazer exercícios respiratórios de forma a controlar a respiração, inspirando lentamente pelo nariz e expirando pela boca até que a crise comece a diminuir. Faça o teste para saber se pode estar sofrendo de uma crise de ansiedade.

2. Lesão muscular

Dor ao respirar: 8 causas e o que fazer

A dor ao respirar é frequente acontecer em situações de lesões musculares, como a distensão muscular e, pode ser devido excesso de esforços, por exemplo, na academia ou enquanto se pratica esporte, ao pegar em objetos muito pesadas ou, até, em situações mais simples como tossir, devido à má postura ou durante um momento de estresse. 

O que fazer: é recomendado descansar e evitar esforços, especialmente carregar pesos, mesmo que nas tarefas diárias, para permitir a recuperação da lesão. Aplicar uma compressa gelada no local também pode ajudar a reduzir o desconforto. Porém, quando a dor é muito forte, é aconselhado consultar um clínico geral, para iniciar um tratamento mais adequado. Saiba mais sobre como é feito o tratamento da distensão muscular.

3. Costocondrite

Dor ao respirar: 8 causas e o que fazer

A costocondrite pode ser uma causa da dor ao respirar e é caracterizada pela inflamação das cartilagens que ligam o osso do esterno às costelas superiores. Além da dor ao respirar, a dor no peito, falta de ar e dor no esterno são sintomas comuns da costocondrite.

O que fazer: em alguns casos a dor desaparece sem ser necessário um tratamento médico, devendo-se evitar fazer esforços e repousar sempre que possível, uma vez que a dor se agrava com os movimentos. No entanto, se a dor for muito intensa é importante ir no clínico geral para confirmar a causa e iniciar o melhor tratamento. Entenda melhor o que é a costocondrite e qual o seu tratamento.

4. Gripe e resfriado

Dor ao respirar: 8 causas e o que fazer

A gripe e o resfriado podem provocar dor ao respirar devido, por exemplo, ao acúmulo de secreções no trato respiratório e, podem apresentar sintomas como tosse, coriza, dor no corpo, cansaço e, em alguns casos, febre.

O que fazer: os sintomas normalmente diminuem com o repouso e a ingestão de líquidos porque ajudam a manter úmido o trato respiratório e a limpar as secreções. Além disso, é importante adotar alguns cuidados, como por exemplo, com a alimentação, que ajudem a fortalecer o sistema imunológico. Confira 6 remédios naturais contra a gripe e o resfriado.

5. Doenças nos pulmões

Dor ao respirar: 8 causas e o que fazer

É comum que as doenças pulmonares como, a asma, a pneumonia, a embolia pulmonar ou o câncer de pulmão tenham associada a dor ao respirar, principalmente localizada nas costas, uma vez que grande parte dos pulmões se encontram na região das costas.

A asma é uma doença com sintomas como falta de ar e tosse, além da dor ao respirar. Embora a dor ao respirar possa ser um sintoma de situações simples como a gripe ou o resfriado, pode em casos mais graves significar, por exemplo, uma pneumonia que, além da dor ao respirar, pode apresentar outros sintomas como tosse, coriza, febre e secreções que podem conter sangue.

Por outro lado, a dor ao respirar também pode acontecer numa situação de embolia pulmonar onde um vaso do pulmão fica obstruído devido a um coágulo, impedindo que o sangue passe e provocando sintomas como falta de ar intensa e tosse com sangue. Em casos mais raros, a dor ao respirar pode também estar associada ao câncer de pulmão, especialmente em fumantes. 

O que fazer: o tratamento depende da doença pulmonar e, por isso, deve ser prescrito pelo pneumologista após identificar a causa correta através de exames como raio X do tórax ou tomografia computadorizada. Em casos graves, em que existe falta de ar muito intensa ou quando existe suspeita de pneumonia ou embolia pulmonar é importante ir rapidamente ao hospital. 

6. Pneumotórax

Dor ao respirar: 8 causas e o que fazer

Embora o pneumotórax tenha sintomas mais comuns como elevada dificuldade para respirar, tosse e dor no peito, também pode causar dor ao respirar.

O pneumotórax se caracteriza pela presença de ar no espaço pleural, localizado entre a parede do tórax e o pulmão,  o que causa aumento da pressão no pulmão provocando os sintomas.

O que fazer: caso exista suspeita de pneumotórax é importante ir no hospital para fazer exames e confirmar o diagnóstico, iniciando o tratamento mais adequado, que tem como objetivo principal retirar o excesso de ar, aliviando a pressão do pulmão, através de uma aspiração do ar com uma agulha. Veja mais sobre o que é o pneumotórax e o seu tratamento.

7. Pleurisia

Dor ao respirar: 8 causas e o que fazer

A dor ao respirar é muito comum em situações de pleurisia, que é caracterizada pela inflamação da pleura, a membrana que envolve os pulmões e o interior do tórax. É frequente que a dor seja mais intensa ao inspirar porque o pulmão se enche de ar e a pleura toca nos órgãos em volta, provocando uma maior sensação de dor.

Além da dor ao respirar, podem também surgir outros sintomas como dificuldade para respirar, tosse e dor no peito e costelas. 

O que fazer: é importante ir ao hospital para que o médico possa avaliar os sintomas e prescrever os remédios mais adequados ao tratamento, como os anti-inflamatórios. Entenda melhor o que é a pleurisia, seus sintomas e tratamento.

8. Pericardite

Dor ao respirar: 8 causas e o que fazer

A dor ao respirar pode ainda estar associada a uma pericardite, caracterizada pela inflamação da membrana que reveste o coração e o pericárdio, causando uma dor intensa na região do peito, principalmente ao tentar respirar fundo.

O que fazer: o tratamento deve ser indicado pelo cardiologista tendo por base os sintomas e a situação clínica de cada pessoa. No entanto, é importante que a pessoa mantenha o repouso. Entenda mais sobre o tratamento para a pericardite.

Quando ir ao médico

É importante ir ao hospital caso apareça uma dor ao respirar que dure mais de 24 horas, principalmente se estiver acompanhada de outros sintomas como suores, dificuldade em respirar, tonturas ou dor no peito, para que a pessoa possa ser avaliada e fazer exames para diagnosticar qual a causa da dor ao respirar, iniciando o tratamento mais adequado.

FONTE:

Link Fonte
Autor:
Dominio fonte: www.tuasaude.com
Data – 2021-01-21 09:17:59