Curitiba muda critérios de vacinação contra covid-19 e passa a imunizar profissionais autônomos e da rede privada de saúde



A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba alterou novamente os critérios de vacinação dos profissionais que atuam na linha de frente do combate à covid-19. A partir de amanhã (3), também serão imunizados contra o coronavírus os trabalhadores autônomos ou que atuam em consultórios particulares. O Comitê de Técnica e Ética Médica também definiu um escalonamento de prioridade por idade. Primeiramente receberão a vacina aqueles que têm 40 anos ou mais.

A imunização também será realizada no Pavilhão do Parque Barigui, contrariando a recomendação do Ministério Público, que pede uma campanha descentralizada para evitar filas, aglomerações e deslocamentos desnecessários.

Também a partir de quarta-feira, o horário de atendimento no pavilhão será reduzido. O espaço, que funcionou até então das oito da manhã às oito da noite, passará a atender das oito e meia da manhã às cinco da tarde. De acordo com a Prefeitura de Curitiba, serão vacinados apenas aqueles profissionais da saúde com horários agendados pelo aplicativo Saúde Já. Ou seja, o Executivo reforça a orientação de que o pavilhão não deve ser procurado de forma espontânea.

Por isso, a Secretaria Municipal da Saúde orienta que profissionais da saúde que atuam na rede pública – e agora os autônomos e os que atuam na rede privada também – baixem o aplicativo no celular, façam o cadastro, se necessário, e fiquem atentos à data na qual devem comparecer no pavilhão para receber a vacina contra a covid-19. O app Saúde Já, de acordo com a prefeitura, deve ser o principal canal de informação durante a campanha de imunização.

A Prefeitura de Curitiba pretende concluir hoje (terça) a imunização dos trabalhadores de hospitais, UPAs, SAMU, e demais profissionais do pronto-atendimento. Como há doses disponíveis, embora escassas, a partir de amanhã começam a ser imunizados os trabalhadores da rede privada e também aqueles que atendem nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e nos Centros de Atendimento Psicossocial (Caps).

Reportagem: Angelo Sfair



Source link

FONTE:

Link Fonte
Autor: Band News Curitiba – 96,3 FM
Dominio fonte: bandnewsfmcuritiba.com
2021-02-02 12:22:35
Data – 2021-02-02 12:22:35