Antes da volta às aulas, os pais ou responsáveis pelas 140 mil crianças e estudantes da rede municipal de ensino devem escolher entre os formatos híbrido (presencial + videoaulas da TV Escola Curitiba) ou remoto (videoaulas + kits pedagógicos). O link com o formulário está disponível na página da Secretaria Municipal da Educação.

Após escolher a opção e validar o termo, os pais receberão no e-mail cadastrado uma comprovação do formato adotado. O link ficará disponível até o dia 10 de fevereiro. A cada mês, será possível mudar a escolha, se a família julgar necessário.

Este ano, devido à pandemia do novo coronavírus, crianças e estudantes iniciarão o ano letivo com opções diferentes. Parte irá presencialmente para a unidade em determinados momentos, divididos por grupos, e os demais acompanharão os conteúdos de maneira exclusivamente remota, por meio de videoaulas e com kits pedagógicos elaborados pelos professores.

A secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, explica que os dias 18 e 19 de fevereiro serão reservados para acolhimento.

“As famílias receberão informações detalhadas sobre como a nova rotina vai funcionar e poderão tirar dúvidas”, explica a secretária.

Cada escola tem seu próprio comitê interno para organizar a rotina, dentro das orientações do Protocolo de Retorno das Atividades Presenciais.

Chefes dos Núcleos Regionais da Educação, diretores e demais profissionais das unidades, além das empresas terceirizadas de limpeza, já foram orientados em relação ao protocolo para as unidades. O protocolo foi construído a partir dos estudos e planejamento de um comitê composto por 28 membros de diversos segmentos, instituído pelo Decreto 998 e validado pelo Comitê de Técnica e Ética Médica da Secretaria Municipal de Saúde.

Na Escola Municipal Ana Hella (Vista Alegre), a diretora Sandra Regina Rodrigues dos Santos e a vice Roberta de Cassia Reino Copi preparam um cartaz com orientações para que os estudantes se cumprimentem de maneira segura.

A unidade também já colocou na entrada os totens de álcool gel 70%, termômetros e os tapetes sanitizantes.

Nova rotina

Para quem frequentar as unidades, o protocolo prevê as medidas necessárias, como uso obrigatório de máscara, distanciamento entre as carteiras de 1,5 metro, horários alternados de intervalo, uso de álcool gel, tapetes sanitizantes, interdição de bebedouros coletivos, aferição de temperatura, entre outros.

A ocupação máxima será de 50% da capacidade, o que varia conforme o tamanho da unidade. Para garantir os limites dentro das salas de aula, os estudantes serão divididos em grupos.

Os equipamentos e produtos de limpeza – como tapetes sanitizantes, totens de álcool gel, face shields, máscaras, álcool gel 70% – foram adquiridos pela Secretaria da Educação e distribuídos às unidades.

Principais cuidados:

– uso obrigatório de máscara para profissionais e estudantes

– totens e frascos de álcool gel disponíveis

– horários de entrada, saída, refeições e intervalos escalonados para evitar aglomerações

– interdição de bebedouros coletivos

– distanciamento social de 1,5 metro

– desinfecção de mobiliário e materiais em geral com álcool 70%

Saiba mais sobre o coronavírus

Escola Bem-Cuidada

Além da compra de equipamentos e produtos de limpeza, escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) nas dez regionais recebem obras antes do retorno das crianças.

Ao todo, sessenta unidades da rede municipal de ensino recebem algum tipo de melhoria, como intervenções em banheiros, pintura, rede elétrica, telhados, refeitórios e portas.

A coordenadora de Obras da Educação, a arquiteta Flávia Gomes, explica que, principalmente nas escolas, são feitas diversas melhorias nas instalações sanitárias. “As reformas são definidas conforme a prioridade”, afirma.


FONTE:

Link Fonte
Autor: Busao
Dominio fonte: busaocuritiba.com
Data – 2021-02-08 17:13:20

Compartilhar