Fonte do Conteúdo: Clique Aqui para acessar o site



Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) – A CPI da Covid remarcou o depoimento do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello para 19 de maio, depois de o general informar que teve contato com dois servidores que tiveram resultado positivo para a doença.

Pazuello deveria ser ouvido na quarta-feira pelos senadores.

Em comunicação enviada à comissão, o ex-ministro propôs ser ouvido remotamente ou o adiamento de seu depoimento. O presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), optou pelo adiamento para que Pazuello seja ouvido presencialmente.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH4314Q-BASEIMAGE



Autor: Reuters Data: 2021-05-04 16:05:34

———> LEIA MAIS > … Fonte do Conteúdo: Clique Aqui para acessar o site

Compartilhar