A pandemia causada pelo novo coronavírus vem ocasionando muitas vítimas no Brasil. Recentemente faleceu o piloto de automobilismo César Augusto Visconti, que tinha 43 anos e não fazia parte do grupo de risco da doença.

O rapaz contraiu a doença Covid-19, que evoluiu de forma rápida e surpreendente em seu organismo. Na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), César tinha um quadro grave de dificuldade respiratória.

O piloto residia em São Caetano do Sul, no ABC Paulista, e estava internado no Hospital São Luís, desde o dia 26 de março. A morte de César foi confirmada no dia 30 de março, apenas quatro dias depois de ter sido internado.

César deixa a namorada Fernanda e sua filha Yasmin, de 15 anos. Sabendo de seu estado grave e do risco de morte, momentos antes de morrer o piloto enviou uma mensagem para sua ex-mulher, Luara Vida.

Luara estou indo pro saco, mas tenho um pedido. Quero ser cremado e pede para o Antonio e o pessoal da Escola jogar minhas cinzas no Autódromo de Interlagos, o lugar mais importante de minha vida“, escreveu César.

O amigo Antonio recebeu o pedido da ex-esposa do piloto e contou que eles eram “muito amigos” e tinham uma filha juntos. O amigo de César afirmou que o corpo dele será cremado em dez dias e seu último desejo será realizado.

Luara conta que o piloto morreu 14 dias após sentir os primeiros sintomas da Covid-19. César ligava para a ex-mulher frequentemente e a atualizava sobre seu estado de saúde. A ex-esposa conta que se tratava de um rapaz que fazia esportes e extremamente saudável.



Source link

Compartilhar