12 benefícios da salsa (salsinha) para a saúde e como preparar o chá.

A salsa, também conhecida como salsinha, é uma planta medicinal que possui propriedades diurética, antioxidante, antibacteriana, antidiabética, imunomoduladora, citotóxica e nefroprotetora, devido aos seus principais componentes ativos como a miristicina e epigenina (flavonoides), apiol, alfa-pineno e beta-pineno, além de conter vitamina C e carotenos.

Por isso, a salsa pode ser utilizada no tratamento de doenças renais, como infecções urinárias e pedra nos rins, e para pressão alta, já que tem propriedade diurética.

As folhas, sementes e raízes da salsinha são usadas para preparar remédios naturais, vitaminas, chás e para temperar comidas, podendo ser encontrada na forma fresca ou desidratada.

12 benefícios da salsa (salsinha) para a saúde e como preparar o chá

1. Combater as infecções urinárias

A salsinha possui ação antimicrobiana e diurética e, por isso, ajuda a prevenir o surgimento de infecções urinárias recorrentes.

2. Fortalece o sistema imunológico

Por ser rica em vitamina C, zinco e vitamina A e por conter propriedades antimicrobianas, a salsinha ajuda a aumentar as defesas do organismo e fortalecer o sistema imunológico.

Alguns estudos indicam que ajuda a combater alguns tipos de bactérias como Staphylococcus aureus, Bacillus subtilis e Escherichia coli, e vírus, como o vírus da Influenza, sendo uma excelente opção para combater a gripe e o resfriado.

3. Ajuda a controlar a diabetes

O consumo de salsinha pode ajudar a regular o açúcar no sangue, além de proteger o fígado em pessoas com diabetes, uma vez que possui ação antioxidante. Além disso, devido à presença de flavonoides também ajudar a prevenir o surgimento da diabetes, sendo uma excelente opção para as pessoas que sofrem pré-diabetes.

4. Melhora a pressão arterial e combate a retenção de líquidos

A salsinha é rica em potássio, um mineral que favorece a excreção de sódio através da urina, além de possuir propriedades diuréticas, o que ajuda a baixar a pressão arterial e a combater a retenção de líquidos.

5. Prevenir e combater a anemia

Uma vez que é uma planta rica em ferro e ácido fólico, a salsa ajuda a prevenir e a combater a anemia.

O ferro é um dos constituintes das células vermelhas do sangue, que são as células responsáveis pelo transporte de oxigênio no sangue, e o ácido fólico é também necessário para a formação e desenvolvimento dessas células.

Além disso, a salsinha também possui vitamina C, a qual favorece a absorção de ferro a nível intestinal.

6. Promove a saúde da visão

A salsinha é rica em carotenoides, principalmente luteína e zeaxantina, componentes que ajudam a manter a saúde visual e promover a visão saudável. Alguns estudos demonstram que esses compostos ajudam a prevenir a degeneração macular relacionada a idade, que é uma doença que pode causar cegueira.

7. Cuida da saúde da pele

A salsa contém luteína, um tipo de carotenoide que possui ação antioxidante e que ajuda a diminuir o dano oxidativo nas camadas superiores da pele, causado pelos raios ultravioletas do sol, fumaça de cigarro e poluição, prevenindo o envelhecimento precoce.

Além disso, a salsinha possui vitamina C, que além de ser um poderoso antioxidante, também promove a formação de colágeno no organismo, diminuindo a flacidez da pele e aumentando a sua firmeza e elasticidade.

8. Prevenir o aparecimento de pedra nos rins

A salsinha ajuda a estimular a eliminação de líquidos do organismo, além de que um estudo científico indica que poderia diminuir a excreção urinária de cálcio, aumenta o pH urinário, possui efeito nefroprotetor e diminui a excreção urinária de proteína, ajudando a prevenir a formação de pedra nos rins.

9. Prevenir o câncer e doenças crônicas

A salsinha é rica em antioxidantes, flavonoides e carotenoides, compostos que ajudam a combater o dano causado pelos radicais livres às células e a evitar o estresse oxidativo, os quais estão relacionados com o desenvolvimento de câncer e de doenças crônicas.

Os flavonoides estão relacionados com um menor risco de desenvolvimento de câncer de cólon e obesidade. Os carotenoides, como a luteína, podem inibir o crescimento das células cancerígenas relacionadas com o câncer de mama, prevenindo o seu aparecimento. A vitamina C está relacionada com a diminuição do risco do câncer de próstata.

10. Prevenir doenças cardíacas

A salsa é rica em folato, uma vitamina do complexo B que evita a formação de placas de ateroma, ajudando a manter a saúde dos vasos sanguíneos e prevenindo doenças como aterosclerose, infarto ou AVC.

Além disso, também possui vitamina K, que ajuda a melhorar a saúde dos vasos sanguíneos, conferindo uma maior elasticidade e evitando o acúmulo de cálcio, o que pode causar problemas cardiovasculares, como a aterosclerose.

11. Melhora a digestão

Alguns estudos científicos indicam que a salsinha poderia ser benéfica no tratamento de úlceras intestinais, pois aparentemente protege a mucosa gástrica e inibe a secreção gástrica. No entanto, são necessários mais estudos que comprovem essa propriedade.

12. Promove a saúde dos ossos

A salsinha é rica em vitamina K, que favorece a formação óssea devido à atividade dos osteoblastos. Além disso, também é responsável por ativar algumas proteínas que aumentam a densidade óssea e estimula uma maior fixação do cálcio nos ossos e nos dentes, prevenindo a osteoporose.

Informação Nutricional

A tabela a seguir traz a informação nutricional para 100 g de salsinha fresca:

Composição nutricional Salsinha fresca (100g)
Energia 36 calorias
Carboidratos 6,33 g
Proteínas 2,97 g
Gorduras 0,79 g
Fibras 3,3 g
Cálcio 138 mg
Magnésio 50 mg
Ferro 6,2 mg
Zinco 1,07 mg
Potássio 554 mg
Fósforo  58 mg
Vitamina C 133 mg
Vitamina B1 0,086 mg
Vitamina B2 0,098 mg
Vitamina B3 1,31 mg
Vitamina B6 0,09 mg
Folato 152 mcg
Vitamina A 421 mcg
Vitamina E 0,75 mg
Vitamina K 1640 mcg
Colina 12,8 mg

Como consumir

Para utilizar a salsinha em receitas, deve-se escorrer a salsinha fresca e que tenha as folhas bem verdes e firmes ou a salsa pura desidratada, de preferência orgânica, já que esta forma proporciona mais benefícios para a saúde.

A salsinha é bastante versátil, podendo ser utilizada em sucos, sopas, vitaminas, saladas ou para temperar alimentos como frutos do mar e peixes, por exemplo.

A melhor maneira de garantir que a salsinha dure por mais tempo, é lavar antes de usá-la, pois as folhas úmidas na geladeira podem ficar escuras mais rapidamente. Outra sugestão é guardar a salsinha na geladeira em um recipiente fechado. Para fazer com que as folhas durem mais tempo, pode-se colocar um folha de papel toalha sobre a salsinha para que absorva a umidade e mantenha a frescura das folhas por mais tempo.

Chá de salsinha

O chá de salsinha pode ser utilizado para ajudar a combater a infecção urinária, as pedras nos rins, para controlar a hipertensão e a retenção de líquidos.

Ingredientes

  • 1 colher de chá de salsinha desidratada ou 3 colheres de sopa de salsinha fresca;
  • 250 mL de água fervendo

Modo de preparo

Acrescentar a salsinha na água fervente, tampar e deixar repousar por cerca de 10 minutos. Depois, coar e beber no máximo 3 xícaras do chá por dia. É importante recordar que o chá de salsinha é contraindicado para mulheres grávidas.

Suco verde de salsa

O suco verde feito com salsa é rico em antioxidantes que ajudam a manter a pele jovem e saudável e que combatem a retenção de líquidos, ajudando em dietas para emagrecer.

Ingredientes

  • 1/2 xícara de salsa;
  • 1 laranja;
  • 1/2 maçã;
  • 1/2 pepino;
  • 1 copo de água de coco.

Modo de preparo 

Bater todos os ingredientes no liquidificador e beber sem adicionar açúcar e sem coar.

Contraindicações da salsinha

A salsa não deve ser consumida por pessoas com problemas renais severos, como insuficiência renal aguda ou crônica ou síndrome nefrótica, por exemplo, ou que fizeram cirurgia há menos de 1 mês.

Além disso, o chá ou suco não deve ser tomados por mulheres grávidas ou que estejam amamentando, pois não se sabe o efeito que poderiam causar no desenvolvimento do bebê ou na lactância materna.

A salsinha contém elevadas quantidades de vitamina K e, por isso, poderia interagir com medicamentos anticoagulantes, como a varfarina, por exemplo, sendo importante consultar o médico antes de consumir.

O chá de salsinha também não deve ser consumido por pessoas que fazem uso de diuréticos, pois pode causar uma perda de minerais através da urina acima do que é indicada.

FONTE:

Link Fonte
Autor:
Dominio fonte: www.tuasaude.com
Data – 2021-12-07 07:34:01

[BL]games, PS2, PS3, Nintendo, Wii, iPod[/BL]

Compare Preços de: games, PS2, PS3, Nintendo, Wii, iPod no Buscapé.

Compartilhar